COMO ESCREVER TODOS OS DIAS

Como escrever todos os dias: hoje trago 3 dicas para teres uma rotina disciplinada, criativa e equilibrada.


Escrever dá trabalho e muitas pessoas chegam mesmo a desistir por não saberem como organizar as suas ideias e o seu tempo. Eu própria passei por este processo quando estava a escrever o meu livro (Ainda Não é Desta) e tive de aprender a ajustar a minha rotina à minha vontade de escrever. Hoje trago os 3 ingredientes que me ajudaram e ainda ajudam a mergulhar no mundo da escrita sem complicações.


Criar uma boa rotina para escrever é a base do sucesso.


Dica 1 - Escrever um diário


Escrever um diário é mais do que escrever sobre o nosso dia, ideias e emoções. Escrever um diário é a primeira porta que abres para o compromisso com a escrita. Se criares o hábito de pegar no teu diário (pode ser caderno físico ou digital) todos os dias e escrever nem que seja uma linha, já estás a treinar a tua mente para escrever. Hoje escreves uma linha, amanhã escreves duas até chegares ao momento em que consegues elaborar uma página inteira.


Tudo leva o seu tempo e a escrita não é diferente.


Dica 2 - Descobre a tua hora de ouro


Não sabes o que é a "hora de ouro"? Bem, eu explico. É aquela hora em que a tua inspiração está ao rubro. Pessoalmente, eu tenho dois horários para iniciar a escrita: 9:00 da manhã e às 23:00 da noite. Todos temos um horário em que nos sentimos mais produtivos. Geralmente, esse período de tempo é da parte da manhã mas somos todos diferentes. O que resulta para mim, pode não resultar para ti. Por isso, é fundamental perceberes em que horário tens o maior rendimento e escrever todos os dias sempre a essa hora. Assim vais cumprir o teu compromisso com a escrita e ainda garantir uma produtividade com qualidade.


Escrever é uma maratona e não um sprinte.

Dica 3 - Não penses demasiado e deixa fluir


Os grandes artistas não criaram as suas obras de arte por serem racionais. Muito pelo contrário. Uma obra de arte provoca emoções ao público e isto deve-se à entrega e leveza com que o artista criou a obra. Na literatura é a mesma coisa. Não é por acaso que os leitores se emocionam. Os leitores emocionam-se quando sentem que o que estão a ler vem da verdade que o autor escreveu. Deixar fluir é a dica mais difícil de seguir. Porquê? Porque pensamos demasiado na crítica ainda antes de escrever uma única linha. Por isso, escreve com a tua verdade e não penses demasiado. A arte tem lugar para todos aqueles que a queiram criar.


Não sejas tão duro contigo. Aceita que tudo é um processo.


Todos temos o dom da palavra. Só temos de aprender a remover o que nos bloqueia. Por isso, aplica estas 3 dicas e deixa nos comentários se resultou contigo.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo